Box-Top-Cart-ALP

Concurso DPU: inscrições prorrogadas para 143 vagas

Terça, 24 Novembro 2015 00:00
Prazo para se inscrever no concurso da Defensoria Pública da União (DPU) vai agora até o dia 30 de novembro. A seleção envolve cargos de níveis médio e superior com salários de até R$ 6,3 mil
 
A Defensoria Pública da União (DPU) prorrogou, até o dia 30 de novembro, o prazo das inscrições do concurso público que vai preencher 143 vagas em cargos administrativos.
 
Nível médio é o requisito da carreira de agente administrativo, que dispõe de 105 ofertas para início imediato e apresenta remuneração de R$ 3.817,98.
 
Para os candidatos com formação superior as chances são para as funções de analista técnico-administrativo (34 + CR), arquivista (CR), assistente social (CR), bibliotecário (CR), contador (1 + CR), psicólogo (1 + CR), sociólogo (CR), técnico em assuntos educacionais (CR) e técnico em comunicação social – jornalismo (1 + CR) para ganhar R$ 5.266,18. 
 
A função de economista (1) da Defensoria Pública União oferece salário de R$ 6.348,27 e também exige concorrentes graduados.
 
Todas as vagas do concurso da DPU são para trabalhar 40 horas semanais e o valor dos salários já inclui gratificação de desempenho e R$ 751,96 referentes ao auxílio alimentação.
 
As oportunidades estão distribuídas nos 26 Estados do país e no Distrito Federal, sendo que São Paulo concentra o maior número de vagas (31 ofertas), seguido pelo Distrito Federal (23) e pelo Rio Grande do Sul(17). Os Estados do Amazonas, Ceará, Goiás, Paraíba e Piauí contam apenas com ofertas para cadastro de pessoal.
 
Como se inscrever no concurso
 
Interessados podem garantir participação no concurso da DPU por meio do site do Cespe/UnB (www.cespe.unb.br), organizador do processo seletivo.
 
As taxas de inscrição são de R$ 70 para cargos de nível médio e R$ 100 para aqueles que exigem ensino superior.
 
O processo seletivo da DPU
 
De acordo com o edital do concurso da DPU, os inscritos farão exames de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de avaliações objetivas de caráter eliminatório e classificatório.
 
As provas objetivas acontecerão no dia 24 de janeiro de 2016. Para nível superior, elas terão duração máxima de 4h30 e serão realizadas no turno da manhã. Já para nível médio, o tempo máximo para conclusão do exame será de 3h30, com aplicação no turno da tarde.
 
Devolução da taxa de inscrição
 
Pelo fato do concurso ter sido retomado, já que estava suspenso, quem estava inscrito mas não ficou satisfeito com o novo cronograma pode solicitar a devolução da taxa de inscrição entre os dias 14 e 16 de dezembro. A solicitação deve ser realizada no site do Cespe/UnB.
 
Sobre a suspensão do concurso
 
No dia 8 de maio a Defensoria Pública da União suspendeu o concurso, pois o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) disse que a DPU ganhou sua autonomia e, com isso, não seria mais permitida a titularização de cargos criados pelo Poder Executivo. 
 
O MPOG retirou 393 postos da defensoria já que, no seu entendimento, o órgão deveria realizar concurso com suas próprias vagas. O problema é que, sem cargos, a instituição não teria como aumentar o quadro de servidores.
 
Em nota publicada em sua página na internet, a DPU informou que impetrou, no dia 3 de junho, mandado de segurança pedindo a imediata devolução dos cargos vagos da área administrativa, retirados do Sistema de Pessoal da Administração Pública Federal (Sipec) pelo Poder Executivo.
 
No mandado de segurança, a instituição alegou que “em face do desaparecimento dos cargos vagos de forma inadvertida, da noite para o dia, somente restou à Defensoria Pública da União a decisão de cautela no sentido de suspender o concurso público em andamento e a três dias do término das inscrições”. O documento enfatizou a carência de pessoal da DPU, já que em seus 20 anos de existência apenas um concurso público foi realizado.