Box-Top-Cart-ALP

AGU oficializa Cespe como organizador de novo concurso

Terça, 16 Junho 2015 00:00
Publicação do edital do concurso para 22 vagas na Advocacia Geral da União (AGU) deve ocorrer ainda em junho. Cargo envolvido exige nível superior em direito e oferece inicial de R$ 17.330
 
A Advocacia Geral da União (AGU) oficializou a banca organizadora de seu concurso público para o preenchimento de 22 vagas para o cargo de advogado da união. Embora, em 10 de abril, o órgão tenha anunciado que a seleção ficaria sob responsabilidade da Esaf, foi publicada, nesta segunda-feira, dia 1º, em diário oficial, a dispensa de licitação para escolha do Cespe/UnB para coordenar o certame. Com isto, o cronograma deve ser fechado com a escolhida nos próximos dias, para que a publicação do edital ocorra ainda em junho.
 
Embora a AGU conte com um pedido de 332 vagas tramitando no Ministério de Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em 12 de março, o advogado geral da união, ministro Luís Inácio Adams, instituiu a comissão do novo concurso, que deve suprir as necessidades mais prementes, independente da autorização.
 
Para concorrer ao cargo é necessário possuir nível superior em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A remuneração inicial da carreira é de R$ 17.330,33.
 
Posteriormente, os servidores passam para a primeira classe, quando recebem R$ 19.913,33 e para  classe especial, com R$ 22.516,94.
 
A banca do concurso será presidida pelo servidor Fernando Luiz Albuquerque Faria e, contará, ainda, com os seguintes participantes: Arnaldo Sampaio de Moraes Godoy, Sávia Maria Leite Rodrigues Gonçalves, Paulo Henrique Kuhn, Diogo Palau Flores dos Santos, Grace Maria Fernandes Mendonça, Andrea de Quadros Dantas Echeverria, Izabel Vinchon Nogueira Andrade, José Roberto da Cunha Peixoto, Marina Camargo Aranha Lima, Armando Miranda Filho, Esdras Dantas de Souza e Sérgio Eduardo Freire Miranda.
 
Concurso anterior
O último concurso ocorreu em 2013 e também foi organizado pelo Cespe/UnB. A seleção contou com prova objetiva, inscrição definitiva, avaliação discursiva, prova oral, sindicância de vida pregressa e análise de títulos.
 
A parte objetiva contou com 200 questões, divididas em três blocos. No primeiro foram 90 questões, sobre direito administrativo, direito constitucional, direito financeiro e econômico e direito tributário. No grupo II foram 60, versando sobre direito civil, direito processual civil, direito empresarial e direito internacional público. Finalmente, no grupo III, 50 questões sobre direito penal e direito processual penal, direito do trabalho e processual do trabalho e direito da seguridade social.   
 
Fonte:  jcconcursos.uol.com.br